terça-feira, 21 de fevereiro de 2012

quarta-feira, 8 de fevereiro de 2012

Do amor que trago por ele II



I won't go
I can't do it all alone
If this ain't love, then what is?
I'm willing to take the risk

(Adele - He won't go)

É, eu sei que a música é triste e que não tem nada relacionado ao Amor que trago por ele... O caso é que:

Eu não vou embora
E também não posso tomar nenhuma decisão sozinha.
E se isto não for amor
Eu realmente não sei o que ...
Para todos os efeitos,
Eu assumo os riscos.

Apenas sinta...

Mesmo as coisas mudando tanto pra nós dois
eu sinto
que você ainda não sabe do que eu seria capaz
para fazer com que seus sonhos
possam se tornar reais.

Apenas sinta o meu amor
Me abraça agora?
Prometo merecer cada segundo do seu tempo,
cada sentimento.





(No embalo de Only and Only da Adele)

terça-feira, 7 de fevereiro de 2012

Enquanto isso...

(Ao som de Zélia Duncan)

Enquanto eu, deitada no teu peito, procurando um modo de parar o tempo pra que eu possa continuar ouvindo as batidas do teu coração,  seguro tua mão para que você não fuja.
Eu sinto... Ah! Eu sinto cada vez mais que uma coisa grande toma conta de mim.
E morro com teu amor nas madrugadas...
De manhã você vai embora. Ressuscito. Sofro com a tua falta.





Por favor não vá ainda
Espera anoitecer
A noite é linda
Me espera adormecer
Não vá ainda
Não, não vá ainda...


Do amor que trago por ele I

Não me ligue.
Não deixe menção no Twitter.
Não me ligue.
Largue o celular...
Não me chame no Facebook.
Não me Ligue...
Não me ligue...
Não...

Vamos fazer assim:
Você liga a moto,
dirige os doze quilômetros.
Em 20 minutos você chega.
Me abraça,
Roça a barba mal feita no meu pescoço,
Me beija no rosto.
Assistimos uns filmes
Deitados no tapete da sala.
Bebemos uma cerveja
enquanto te faço carinhos
e depois você segura minha mão
como quem não quer mais largar.
Tô pedindo de mais?
Espero que não...
É só porque te tenho um amor
maior que qualquer outra coisa
que me embale a vida
nesse momento.

Não me liga...
Vem me ver...

Quem? Eu?


Me disseram que eu faço linha de mulher carente.
Eu? Carente?
Me disseram que eu sou segura de mim, mas que sou carente.
Eu? Carente?!
Eu não me descreveria assim...
Acho que eu tô mais pra uma
mulher
Cansada de ser traída
e que vive com intensidade
os amores da vida.